lang
 
Search
A A A
Estou em:   Home
  |  Entrar

Detalhes


Balanço das negociações coletivas do Sinpefesp demonstram evolução

Untitled Document
Balanço das negociações coletivas do
Sinpefesp demonstram evolução
 
Apesar da crise e das sucessivas tentativas de tirar direitos dos trabalhadores e consequente enfraquecimento dos sindicatos, o Sinpefesp continuou firme em sua filosofia de dar condições dignas de atuação aos profissionais de Educação Física de São Paulo e Região.

"Nos primeiros quatro meses de 2017, assinamos três Convenções Coletivas de Trabalho, todas com aumento real, ou seja, acima da inflação. No caso do SEEAATESP (Sindicato das Academias), em que houve a reposição apenas do INPC, o Sinpefesp conquistou 1% de reajuste a mais no piso salarial da categoria, fato bastante representativo", pondera José Antonio Martins Fernandes, o Toninho, presidente do Sinpefesp.

Ainda no que concerne ao SEEAATESP, outros avanços:
  • Vale Refeição de R$ 20,88 (para jornada de trabalho integral);
  • Cesta Básica/Vale Alimentação de R$ 75,42 (para jornada de trabalho integral);
  • Manutenção de benefícios anteriores.
  •  
    SEMEEI
     
    Junto ao SEMEEI – Sindicato dos Estabelecimentos Mantenedores de Escolas de Ensino Infantil de São Paulo, o acordo foi de pleno êxito.

    Houve aumento real de 0,31% (acima da inflação) tanto nos salários quanto no piso. A Convenção assinada ficou assim:
  • Reajuste Salarial de 5%;
  • Reajuste Piso de 5%;
  • Dia do Profissional de Educação Física;
  • Manutenção das cláusulas obtidas em Convenções anteriores.
  •  
    SINBFIR
     
    "Com o SINBFIR – Sindicato das Instituições Beneficentes, Filantrópicas e Religiosas do Estado de São Paulo, fizemos o nosso melhor acordo. No reajuste salarial conseguido foi embutido 0,81% de aumento real, acima, portanto, do INPC do período em negociação. O mesmo percentual, de 0,81% será aplicado no piso", analisa Toninho.

    A Convenção Coletiva com o SINBFIR assim ficou:
  • Reajuste salarial de 5,5%;
  • Reajuste do piso de 5,5%;
  • Vale-refeição no valor de R$ 22,06;
  • Cesta básica e vale-alimentação fixados em R$ 143,71;
  • Creche: R$ 150,51;
  • Manutenção de todas as conquistas anteriores.
  •  
    Segundo Semestre
     
    As três negociações foram conduzidas pela Comissão de negociação do SINPEFESP, formada por Mauzler Paulinetti, Antonio Rogério Magri, Weber Matias e pelo advogado do Sinpefesp, Dr. Jose Luiz. Sempre sob a orientação do presidente José Antonio Martins Fernandes.

    "Com êxito, concluímos as negociações coletivas do primeiro semestre, com data-base em março. Ao longo do segundo semestre, com o apoio e a mobilização da categoria diferenciada dos profissionais de Educação Física, outras virão, como as relativas ao SEADESP, SINDHOSFIL, SINDELIVRE, SINDICOND e, em dezembro, com o SINDICLUBE. Estamos unidos no propósito de melhorar as condições de vida da base sob a nossa influência", conclui Toninho.

    Escrito por: caz.sinpefesp
    Postado: 09/05/2017
    Número de Visitas: 361

    Return